milesgeniusbadgevideoexpertsunlimitedcreativeskillsformletsgoexperience

Carreira

Qual conselho de carreira Einstein deu ao filho?

Publicado em 21 de Maio, 2018

Qual conselho de carreira Einstein deu ao filho?

Qual conselho de carreira Einstein deu ao filho?

Em 1915, o físico alemão vivia em Berlim enquanto trabalhava na sua teoria da relatividade geral. Sua esposa e seus dois filhos moravam em Viena e, na época, a única forma de comunicação à distância era através de cartas.

Nesses documentos, Einstein se mostra um pai atencioso, que sempre dava conselhos aos seus filhos, inclusive sobre aprendizado. Em uma carta cedida pela família do cientista, o alemão explica uma forma simples de aprender mais. Quando escreveu este conselho, Einstein tinha 36 anos e seu pequeno Hans Albert Einstein, apenas 11.

Você também pode aprender muitas coisas boas e bonitas comigo, coisas que os outros não podem oferecer facilmente a você. O que eu tenho alcançado através de muito trabalho árduo deve não apenas estar disponível para estranhos, mas especialmente para os meus próprios meninos. Esses dias eu completei um dos mais bonitos trabalhos da minha vida; quando você estiver maior, vou contar sobre ele para você.

Eu estou muito contente por você ter encontrado alegria com o piano. Isso e a carpintaria são, em minha opinião, os melhores objetivos para a sua idade, melhores até do que a escola. Porque essas são coisas que combinam muito bem com uma pessoa jovem assim como você. Toque no piano as coisas que agradam a você, mesmo que a professora não peça. Essa é a melhor forma de aprender: quando você está fazendo algo com tanto entusiasmo que você não percebe que o tempo passa. Eu, às vezes, fico tão envolvido com o meu trabalho que me esqueço de almoçar…

Einstein já tinha o total compreendimento da noção de fluxo motivacional, o estado em que a pessoa atinge ao conseguir realizar tarefas que beiram às suas habilidades, tornando-se verdadeiros desafios. Na época, o cientista alemão acreditava ainda que o amor pelo trabalho e até mesmo uma simples risada podem ser úteis no processo criativo de uma determinada ideia.

Esse conselho vale para os dias atuais? Para muitos, sim!