miles genius badge video experts unlimited creative skills form letsgo experience

Livro 333 páginas para tirar o seu projeto do papel

R$1.800,00 R$588,00Comprar

O livro 333 páginas para tirar o seu projeto do papel é um livro prático. A todo momento os autores estimulam a tirar seus projetos do papel, com dicas, provocações e desafios interativos. Porque o que você faz diz muito sobre você, no que acredita e como quer que o mundo seja. Seu projeto é uma manifestação de quem você é. Por isso, seja o que for, seu projeto merece sair do papel. Destacamos pontos interessantes que irão te ajudar a tirar seus projetos do papel. E não deixe de adquirir nas livrarias a versão original do livro - recheada de exercícios e ilustrações. Vamos começar? Descubra quem você é Os autores começam o livro estimulando você a descobrir quem você é. Escreva o que vier à cabeça, seu nome e data. Os autores incentivam no início a escrever no papel o que vier à cabeça para você descobrir quem você é. Você só descobre de verdade quem é uma pessoa depois que conhece os projetos que ela colocou na rua. Através deles podemos perceber onde ela gosta de investir tempo, paixão e energia. Coloque em pelo menos 5 post-its tudo o que você quer fazer da vida. E responda qual o seu propósito hoje através das perguntas. 1 -O propósito serve para nortear suas escolhas daqui pra frente. Tudo que você for fazer deve estar de acordo com ele. 2 - O que você faria de mais especial se tivesse a garantia de que daria certo? 3 - Como você faria do mundo um lugar melhor? 4 - Se você tivesse a atenção de todas as pessoas do mundo por um minuto o que você diria a elas? 5 - O que você fazia quando criança que te deixava muito feliz? 6 - Que história você quer contar aos 80 anos? 7 - O que você faria agora se a grana não fosse um objetivo? 8 - Liste três momentos onde você esteve no seu melhor. Descubra o que você faz bem. 9 - O que seu projeto deve potencializar em você? Por quais projetos você está disposta a fazer sacrifícios? 10 - O que o mundo precisa e ninguém está fazendo? 11 - “Ninguém” talvez seja uma palavra muito forte. Mas a proposta é fazer um projeto raro e valioso para você. 12 - Escolha ideias difíceis. Do que o mundo precisa, o que você acha que está ao seu alcance? O que te incomoda no dia a dia? O que te irrita? O que melhoraria a sua rotina? Ou a rotina de outras pessoas? A indignação pode ser uma boa motivadora. Agora descubra o que o seu projeto pode ser. Das ideias que você teve no capítulo anterior, defina uma que você investiria energia. Quais são as palavras que vêm à sua cabeça quando você pensa nelas? É importante também registrar suas preocupações e visualizar seus medos, porque assim você cria estratégias para superá-los. Uma pesquisa mostrou que um cérebro cheio de preocupações demora mais para fazer conexões criativas. Fale sobre seu projeto para o máximo de pessoas que puder. Compartilhe sua ideia até que ela se torne realidade. Falar para os outros é dar forma ao que você mentaliza. Não tenha medo de que roubem sua ideia. A ideia aqui de falar para os outros é se comprometer. Afinal, comprometimento é responsabilidade. E responsabilidade é ação ;) Que tarefas você deve fazer para tirar o seu projeto do papel? Um dos autores sugere começar fazendo o que dá pra fazer em um dia. Já o outro gosta de pensar para uma semana. A escolha é sua. Descubra quais problemas seu projeto pode resolver. Os autores sugerem escrever pequenas histórias em que esses problemas acontecem. Como você pode resolver esses problemas? Por que as pessoas deveriam se importar com o seu projeto? Quem está fazendo algo parecido com o que você quer fazer? Um caminho sugerido pelos autores é começar com um painel de referências. Neste painel, registre.
  • Quais são os projetos que você mais admira no mundo?
  • Liste as habilidades necessárias para tocar seu projeto. De zero a dez, quanto você está preparado para tirar seu projeto do papel?
  • O que você pode fazer para aumentar seu desejo, conhecimento ou ação?
Desenhe aqui seus sócios perfeitos Procure sua turma. Segundo os autores, é essencial você saber quem são as pessoas que você gostaria de ter por perto. Chame essa galera pra um jantar, um café, seja cara de pau. Comece a andar com pessoas que te motivam a fazer seu projeto acontecer. Você é a média das cinco pessoas que mais andam com você? Pense em todas as pessoas que podem te ajudar. Encontrou alguém que pode? Beleza, agora é hora de saber se a pessoa quer. Tem pessoas que dizem “sim” porque não sabem dizer “não”, e isso pode te atrapalhar no longo prazo. Questione as motivações da pessoa, peça para ela ser bem sincera com você, assim você não corre o risco de ser deixado na mão. Escreva todas as suas desculpas para não fazer seu projeto acontecer é outra etapa. Algumas desculpas pra adiantar seu trabalho: falta de grana, falta de coragem, falta de capacidade, falta de tempo, falta de ritmo, falta de disciplina, falta de equipe, falta de conhecimento, falta de clareza, falta de organização. Se você alimentar suas desculpas, elas vão te engolir. Pense nisso. Confiança O que te faz ganhar confiança? Estude a técnica pomodoro. A técnica consiste na utilização de um cronômetro para dividir o trabalho em períodos de 25 minutos para realizar uma tarefa de cada vez, separados por breves intervalos de 5 ou 10 minutos. Os Irmãos Kelley, que fundaram a IDEO, dizem que a procrastinação não pode ser vista como característica e sim como um obstáculo. Se você vê como característica, você vai achar que não tem solução. Mas ao ver como obstáculo, ela pode ser vencida. Outro passo para alimentar sua confiança é explicar seu projeto para te ajudar a entender mais sobre ele. Explique para pessoas que entendem o que você quer fazer e explique para pessoas que não fazem a menor ideia do que você quer fazer. Os feedbacks serão muito diferentes e você pode aprender com isso. Uma provocação: uma vez me disseram que se você explicar para alguém um projeto e a outra pessoa entender de primeira, é porque você não está inovando o suficiente. Respondas as perguntas: 1.O que é seu projeto? 2.Qual é a mecânica de seu projeto? 3. Como ele funciona em etapas? 4. Descreva seu projeto com dez adjetivos. 5. Ou defina seu projeto de forma clara em 140 caracteres. Explique seu projeto comparando com algo que já existe. Seu projeto é a combinação do quê? De onde veio a sua ideia? Qual é a notícia do dia seguinte? Esta etapa é essencial para você definir qual é o valor que você quer entregar com seu projeto. Tirando do papel: criando nome para o seu projeto Os autores recomendam criar pelo menos 50 nomes para seu projeto. Em seguida, selecione os cinco melhores e escolha um. Logo após, crie dez conceitos para seu projeto, selecione os três melhores. Escolha um. Mesmo não sendo um design, faça os primeiros esboços do logotipo. Será fundamental para você desenhar seu cartão de visitas. Grave um vídeo de dois minutos contando seu projeto. O que seu projeto precisa ter para você se sentir confortável em dizer que ele saiu do papel? O que vai acontecer quando seu projeto sair do papel? Faça uma análise FOFA e crie um plano B Forças, Oportunidades, Fraquezas, Ameaças. Como suas forças e oportunidades minimizam as fraquezas e ameaças? Esta análise leva a um melhor entendimento sobre o que o projeto ou organização e você pode descobrir as principais fraquezas que precisam ser trabalhadas para se obter sucesso, e se há necessidade de procurar parceiras externas para auxiliar. Se você não sabe, talvez seja o momento de experimentar mais, desenvolver mais. E, com isso, você pode entender o que pode dar errado em seu projeto já prevendo os planos B, ou seja, prevendo o que pode dar errado, como prevenir e como resolver. Conheça novas ferramentas e metodologias e pire em cenários diferentes
  • Brainstorming
  • Scrum
  • Storyboard
  • Dragon Dreaming
  • Roadmap
  • Design Thinking
  • Business Model Canvas
  • Lean Startup
  • Business Model You
  • Time boxing
  • Mapa de Empatia
  • Value Design Proposition
  • São algumas das ferramentas que valem a pena aprofundar os conhecimentos para enxergar o seu projeto sobre outra ótica.
Quer saber mais sobre elas? Acesse a área de ebooks e confira o ebook 12 ferramentas de inovação que você precisa conhecer. E não deixe de conhecer ferramentas digitais que irão te ajudar a tirar seu projeto do papel, tais como Trello, Asana e Basecamp. No curso Agora Vai: Produtividade Digital e Ferramentas Ágeis você pode aprender a usa-las na prática. Além disso, entenda como o seu projeto funcionaria se fosse: Por assinatura, Só pra convidados Uma vez por mês, De graça Voluntário Ou seja, escolha um formato para o seu projeto existir. Públicos do projeto Quem mais pode se beneficiar com o seu projeto? Às vezes, pessoas que você nem imagina podem querer o que você está fazendo. Alguns dos perfis de público para este livro são: empreendedores, pessoas que querem empreender, galera que está insatisfeita no seu trabalho e não sabe o que fazer. Quem é seu público principal? Faça uma escolha agora. Mude depois. Onde estão as pessoas que podem se interessar pelo projeto? Liste 10 jeitos diferentes das pessoas descobrirem seu projeto. E pense em expandir seus canais, pois isso pode te ajudar a alcançar novos públicos inimagináveis. Pense em canais diferentes, pois isso vai ajudar quando você for pensar na comunicação do seu projeto. Fazendo o projeto nascer Liste o que você não tem pra fazer seu projeto acontecer. Pense em coisas abstratas, mas principalmente em coisas objetivas, claras e conquistáveis. Escreva as tarefas de forma clara! Descreva detalhadamente cada tarefa. Isso ajuda na hora de executá-la. O que mais você precisa? O que outras pessoas podem fazer por você? Quem você conhece que sabe fazer isso? Quem pode te ensinar a fazer isso? Agrupe as tarefas que você terá que fazer em 2 grupos: as que você precisa de muito tempo e as que você precisa de pouco tempo.  E comece pelas prioritárias, aquelas que vao gerar mais valor e resolver mais problemas. Os autores ainda recomendam a listar as tarefas realizáveis em até 10 minutos. E coloque na agenda: trabalhar 10 minutos por dia no projeto. Assim ele vai entrar em sua rotina de prioridades. Prepare o ambiente Medite, faça sua playlist de musicas preferidas e crie um ambiente de trabalho mais produtivo pra vc. Cuidando de cada detalhe para que você se sinta bem e faça o trabalho fluir. E algo bem interessante: crie recompensas para cada tarefa que realizar. Mas antes de tudo crie com o que você tem e o mais importante: sempre que possível, independente de onde estiver, eduque seu cérebro para se adaptar ao local. Preferencialmente fora da sua cama ou sofá. Outros pontos importantes:
  • Descubra projetos complementares e tente fazer uma parceria
  • Descubra os erros mais importantes de quem já tentou fazer um projeto parecido
  • Tome um café com quem tem habilidades que você não tem
  • Que parceiros improváveis poderiam contribuir com seu projeto?
  • Será que alguém trabalharia voluntariamente?
Os autores também chamam atenção para o seu custo de vida para se dedicar mais ao projeto. Você já pensou em diminuir seu custo de vida?
  • Quanto de dinheiro precisa para tirar seu projeto do papel?
  • E como você tiraria seu projeto do papel com custo 0?
  • Já mapeou os recursos que você tem?
  • Será que o seu projeto poderia ser financiado coletivamente?
  • Fazer suas projeções financeiras é fundamental.
No último capitulo os autores recomendam listar tudo o que você fez no seu projeto até agora. Pessoas que você conheceu, eventos que participou ferramentas que aprendeu a usar. E analise sempre o que deu certo, o que não deu certo, o que precisa corrigir rapidamente e como as próximas versões do projeto ou outros projetos possam ser cada vez melhores. Chegamos ao final. Não deixe de adquirir nas livrarias a versão original - recheada de exercícios e ilustrações. Até mais!