• Pequeno
    • Normal
    • Grande
Avaliar
(Total: 0 Média: 0)

Inteligência Relacional

Inteligência relacional: como ela pode te ajudar a ser relevante na era digital mobilizando pessoas

É provável que você já tenha ouvido falar em inteligência emocional, certo? Desde de sua descoberta, outras habilidades importantes também ganharam destaque, como é o caso da inteligência relacional. Mas você sabe o que é isso?

Atualmente, não basta desenvolver habilidades para lidar com softwares, robôs e aplicativos para ter espaço no mercado de trabalho e sucesso na sua carreira. Antes disso, é fundamental saber como se relacionar com as pessoas, de forma inteligente.

Para você entender como conquistar essa competência, vamos te explicar o que é a inteligência relacional e como ela pode te ajudar a ser relevante no Novo Agora. Acompanhe!

O que é inteligência relacional?

De forma simples, é a arte de se relacionar com os outros da forma mais eficiente possível, para todos os envolvidos.

Nesse sentido, é fato que o ser humano precisa saber lidar consigo mesmo antes de conviver com os outros, certo? Afinal, é necessário respeitar e reconhecer as suas qualidades, dificuldades e pontos de melhorias — para então se expressar pra terceiros. Sendo assim, desenvolver a inteligência relacional é fundamental para estabelecer relações produtivas.

No resumo de seu livro, as pesquisadoras Erica Dhawan e Saj-Nicole Joni — especialistas em liderança e carreira que cunharam o termo — afirmam que essa competência é tão revolucionária e relevante quanto a inteligência emocional.

E não é difícil entender o porquê disso.

Qual é a importância da inteligência relacional?

Pense: para construir relações humanas saudáveis, ou seja, aquelas em que uma pessoa evolui, cresce e desenvolve um relacionamento benéfico com outros indivíduos, é fundamental que ela reconheça as suas individualidades, se ame e se respeite.

Isso, porque ao se conhecer, ela consegue transmitir sua mensagem com honestidade e objetividade.

Percebe como se comunicar bem é essencial nessa hora? Tanto a capacidade de ouvir quanto de falar representam as principais formas do ser humano se conectar com outros. Por outro lado, a falta de comunicação pode resultar em relações complicadas, que afastam as pessoas. Se esse cenário já é ruim na vida pessoal, imagine na profissional, certo?

Quando um indivíduo conversa com o outro, ele expande a sua inteligência relacional. Desse modo, consegue criar relacionamentos sólidos e duradouros.

Basicamente, essa soft skill une autoconhecimento, assertividade e um boa percepção do outro para solucionar problemas em diversas áreas. Sendo assim, é uma espécie de “networking objetivo”, ligado à capacidade de influenciar, se comunicar, cativar e inspirar pessoas.

Quais são as características da inteligência relacional?

Agora que você sabe o conceito de inteligência relacional, é importante conhecer as suas principais características. Algumas das qualidades necessárias para ser inteligente nas suas relações incluem:

  • facilidade de comunicação;
  • habilidade de liderança;
  • flexibilidade para mudanças;
  • capacidade de ouvir;
  • ter empatia pelos outros;
  • boa capacidade de negociação.

Se você não se identifica com algumas delas, não se preocupe. Tanto a própria inteligência relacional quanto essas skills podem ser desenvolvidas. Vamos falar sobre como fazer isso?

Como desenvolver a inteligência relacional?

Como você viu, ter inteligência relacional é fundamental para se destacar no mercado de trabalho. Mas lembre-se: a comunicação é o primeiro atributo que você deve se concentrar para desenvolver essa competência. Confira sugestões para começar agora mesmo!

Invista em autoconhecimento

Não é nenhuma surpresa que se autoperceber e desenvolver inteligência nas relações estejam conectados, certo? Se conhecer mais é um processo bastante individual. Busque entrar em contato com suas emoções e não deixe de buscar ajuda profissional caso ache necessário, ok?

Aprenda a ouvir

Escutar outras pessoas abre as portas para identificar gatilhos mentais capazes de amparar sua retórica. Preste atenção às expressões, gestos e intenções de quem fala! Assim, você poderá estruturar respostas muito mais alinhadas ao tom de voz do outro, aumentando a conexão durante a troca.

Pratique a confiabilidade

Se comunicar de forma assertiva é fundamental para expressar sua mensagem com confiança, inteligência e objetividade. Essa é outra soft skill que pode ser desenvolvida com a ajuda certa, então não deixe de se aprofundar nessa habilidade!

Conheça a CNV

Já ouviu falar da Comunicação Não Violenta? Ela tem tudo a ver com a inteligência relacional. Afinal, ajuda quem se comunica a trabalhar a empatia, o cuidado na fala e a compaixão com o outro. Ao inserir essas características na sua fala, é certo que sua mensagem será melhor entendida.

Afinal, qual a diferença entre inteligência emocional e inteligência relacional?

Por fim, vamos tirar essa dúvida clássica: as duas soft skills estão totalmente interligadas, o que torna comum confundir seus conceitos. No entanto, há diferenças entre eles.

Na inteligência emocional, olhamos mais para o mundo das emoções. Isto é, como as vivenciamos e como elas influenciam as nossas ações. A partir dela, compreendemos e aceitamos que somos seres emocionais — e que esses sentimentos não podem ser colocados de lado quando estamos no ambiente profissional.

Quem nunca teve seu desempenho afetado por inseguranças, medos, tristezas e frustrações, não é mesmo? Tudo isso interfere no trabalho, e reconhecer esses pontos é o primeiro passo para conseguir lidar com as emoções de modo a manter o bom fluxo de trabalho.

Já a inteligência relacional mostra que o aprendizado e o conhecimento sobre a dimensão emocional são ainda mais profundos. Essa habilidade é capaz de mostrar quais sentimentos são desencadeados em diferentes situações do cotidiano.

Em suma, desenvolver essa skill nos mostra que há, sim, uma visão nossa do mundo e das suas vivências. Mas também há a do outro. Quando percebemos isso, entramos no domínio relacional e damos abertura para a aprender com as relações. Dessa forma, não reagimos de imediato, sob efeito das emoções. Pensamos com inteligência e reconhecemos os sentimentos para não agir por impulso.

Na AprendeAí, queremos que você obtenha sucesso na sua área e conquiste essa habilidade bastante valorizada na hora da contração. Para isso, oferecemos um curso gratuito de inteligência relacional, feito para quem deseja aprender tudo sobre o assunto e fazer a diferença no Novo Agora. Vamos juntos?

Aproveite para melhorar outras soft skills que te ajudam a chegar mais longe! Temos cursos ministrados pelos melhores experts do mercado, ajudando você a se desenvolver com confiança!

Compartilhe!