milesgeniusbadgevideoexpertsunlimitedcreativeskillsformletsgoexperience

Carreira

O que é Design Thinking e o que é Visual Thinking? 2 ferramentas essenciais para coaches

Atualizado em 15 de dezembro, 2017

O que é Design Thinking e o que é Visual Thinking? 2 ferramentas essenciais para coaches

O que é Design Thinking e o que é Visual Thinking? 2 ferramentas essenciais para coaches

DESIGN THINKING PARA COACHES
Gustavo Vieira, professor do curso online Design Thinking

Além de dominar o tema Design Thinking, passei por um processo de coaching e vi muitas conexões na atuação da minha coach e na forma como a minha jornada foi desenvolvida.

Antes de falar dessas conexões, vale falar que eu acredito que coaches são Design Thinkers natos.

Conceitualmente falando, trabalhar com Design Thinking é atuar com o pensamento do Design.
Uma das definições de Design é transformar situações atuais em situações desejadas! 🙂

O papel do coach, pela minha percepção, tem muito disso: entender e definir as metas e desenvolver habilidades e conhecimentos necessários para atingi-las.

Nessa minha jornada trabalhando com Design Thinking, e atuando no processo de coach, percebi muitas conexões entre Design Thinking e Coach:

A Descoberta: Falando sobre o processo do Design Thinking e suas etapas: a primeira e mais importante é a Descoberta. É nesse momento que fazemos os diagnósticos, temos uma visão do todo, dos usuários, do desafio e abrimos nosso repertório sobre aquele contexto. Acredito que essa também seja uma das etapas mais importantes para que o processo de coach tenha sucesso.

Exercício da Empatia: O Design Thinking é uma abordagem que tem como principal pilar a Empatia (habilidade de se colocar no lugar do outro). Acredito que isso seja essencial para o processo de coaching.

O coach ter um olhar empático para com o coachee: entender o seu contexto, a meu ver, faz toda diferença no seu progresso e na sua jornada, assim como em projetos onde usamos a abordagem do Design Thinking. O fato de termos um olhar empático para com o cliente e o contexto onde ele vive, suas necessidades, expectativas, etc, nos dá um outro nível de repertório para nossa atuação como designer.

A Colaboração: Em projeto onde aplicamos o Design Thinking, é essencial que tenhamos trocas e construções em conjunto: consultor e cliente. Tendo passado por um processo de coach e conhecendo a abordagem, acredito que este seja outro paralelo bastante enriquecedor.

Divergir para Convergir: O processo e as etapas do Design Thinking são baseados nesses dois movimentos: divergência e convergência (gerar opções para tomar decisões). Isso tem um paralelo interessante com as fases do processo decisório. Além disso, para encontrar os caminhos, e ajudar com as metas, eu acredito que seja muito importante divergir para conduzir a jornada com mais fluidez.

Veja aqui uma lista de conteúdos sobre Design Thinking

 

O PAPEL DO VISUAL THINKING
Por Lucas Alves, professor do curso online Visual Thinking

O Visual Thinking, no meu ponto de vista, tem como fundamento a organização de informações através de desenhos. No caso da aplicação dele, há duas premissas que podem ser aplicadas no processo de coaching – ou de qualquer processo que envolva desenvolvimento de pessoas e equipes: a escuta atenta e o uso de desenhos simples.

Escuta atenta: através dela, você tem um acesso mais profundo aos conteúdos trazidos pelo interlocutor. Ao desenvolver a capacidade de resumir e colocar em tópicos o que ele fala, você mostra o que é mais relevante, e isso é essencial para um processo de coaching ou mesmo psicoterapia.

Uso de desenhos simples: é dito por alguns autores que o uso de desenho simples cria uma maior conexão emocional com quem fala. Ao ver sua criação, o interlocutor se sente representado e tem conexão com aquilo que ele também poderia fazer. Além disso, estruturar as ideias de forma visual permite que tanto o coach quanto o coachee tenham insights e percepções que só o desenho permite, além de obter um painel resumido de toda sessão.

Veja aqui uma lista de artigos sobre Visual Thinking

Sugiro assistirem o meu  TEDx, que falo desse processo: