milesgeniusbadgevideoexpertsunlimitedcreativeskillsformletsgoexperience

Fotografia

Como entrar no mercado da fotografia de casamentos

Atualizado em 31 de julho, 2016

Como entrar no mercado da fotografia de casamentos

Como entrar no mercado da fotografia de casamentos

Caroline e Renan-25

A crise pode até adiar o tão sonhado casamento, mas não põe fim a uma tradição que, mesmo em tempos difíceis, movimenta um mercado de billhões de reais. Só em 2014 foram gastos R$ 16,4 bilhões com celebrações, incluindo casamentos, que são os eventos mais representativos do setor, de acordo com a Associação Brasileira de Eventos Sociais (Abrafesta). No país, já são mais de 8,5 mil empresas no ramo.

Para se ter uma ideia, mais de 1 milhão de uniões foram realizadas no Brasil no ano passado,de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O setor de casamentos mostra uma força tão grande que há até fila de espera de fornecedores para entrar em feiras especializadas do ramo pelo Brasil.

QUERO FOTOGRAFAR CASAMENTOS: COMO ENTRAR NESSE MERCADO? 

Seu currículo está recheado de cursos, você investiu em equipamentos bacanas para capturar os melhores ângulos, você conseguiu marcar com os noivos para fechar uma cobertura fotográfica, mas você certamente irá se deparar com um dos grandes desafios para quem está começando: ter o portfolio para mostrar. Sim, os noivos irão pedir seus últimos trabalhos….

Como então mostrar seu portfólio se você nunca fotografou um casamento? Sabia que esse é um dos principais motivos que faz com que muitos fotógrafos desistam?

Se você está passando por essa situação, mantenha a calma, pois a maioria enfrentou os mesmos problemas que você. Então vamos recomendar alguns caminhos para você criar o seu portfolio, de forma rápida e eficaz, para resolver essa questão e não perder mais tempo, pois oportunidades neste mercado não faltam.

Está preparado? Vamo lá!

Vanessa e Henrique-127

1) CASAMENTO DO AMIGO. SIM, O SEU “BROTHER” PODE TE AJUDAR NESSA!

Sim, ele será o seu “cobaia”, no bom sentido. Para o seu amigo, você pode ser sincero, dizer que quer atuar neste mercado, mesmo que ele fique com o certo “pé atrás” com você, pois é um momento único e um dos mais importantes da vida deles. E esta é uma grande oportunidade para conseguir fotografar um casamento e ainda ganhar pontos com seus amigos/parentes.

Mostre outras fotografias que já tirou, outros trabalhos, e faça um pacote de vantagens.

Chame um amigo para te ajudar, pois a grande chance de algo errado acontecer para quem está começando, como perder a foto do beijo, da troca de aliança ou outras é algo muito comum a fotógrafos iniciantes.

Qualquer descuido e muito provavelmente você vai perder um cliente, indicações e quem sabe até um amigo.

Maiara e Matheus-71

2) APRENDENDO COM OS EXPERIENTES

É o caminho mais curto para aprender a atuar neste segmento. Sim, ligue para aquele fotógrafo experiente que você admira e aprenda com ele. Mesmo que você já tenha feito cursos, a prática em um casamento real é algo impagável e você com certeza irá tirar muito proveito desse momento.

Você pode ser uma espécie de “estagiário”, sem expectativa de ser remunerado. Essa experiência lhe renderá a segurança necessária para fotografar seus próprios casamentos.


3) COMO DEFINIR SEU PREÇO?

Não desvalorize o seu valor no mercado apenas para tentar ganhar clientes. Estabeleça seu preço de acordo com suas habilidades e com o mercado no qual você está inserido. Certifique-se de cobrar o suficiente para que o seu negócio não fique com prejuízo.

A conhecida composição de preço (custos com transporte, equipamento, o seu preço de fotógrafo) é um caminho para compor o seu preço. Faça uma pesquisa com fotógrafos do mercado e tenha uma média em mente. A partir daí crie o seu valor e que esse valor seja competitivo. Muitos clientes pode ser atraídos a fechar pelo preço que você irá cobrar.

Pense também em contratar um segundo fotógrafo. Assim você conseguirá entregar um bom produto para o cliente.

Curso Fotografia de Casamentos

4) QUAL EQUIPAMENTO COMPRAR?

Prefira comprar um ótimo equipamento usado em bom estado (às vezes se acha quase sem uso) do que um equipamento meia-boca novo. Os equipamentos de fotografia de casamentos são muito exigidos. Você compra um flash xing-ling achando que está economizando e às vezes ele queima com 2 ou 3 eventos.

5) QUAL ILUMINAÇÃO USAR?

Luz contínua ou flash? Halógena ou Led? Flash externo ou na câmera? Contate fotógrafos mais experientes, pergunte qual iluminação eles usavam e o porquê e peça exemplo de fotos que conseguiam com essas iluminações. Uma boa saída é utilizar flashes dedicados, fora da câmera. Pode ser a escolha mais cara, mas que gera o melhor resultado.

Fotografia: Vinicius Terror.