Esteja você empregado ou não, é hora de pensar em sua carreira como uma startup, segundo Reid Hoffman, co-fundador do LinkedIn.

É como algo em versão beta permanente.

Para você que quer entrar em uma área nova e se destacar no mercado de trabalho do futuro (cada vez mais próximo), há algumas dicas práticas que você pode seguir para iniciar.

1.Identificar e adquirir as habilidades que estão em alta na sua área,

2.Fortalecer suas habilidades interpessoais, como comunicação, colaboração e inteligência emocional de maneira geral,

3.Preparar-se para o recrutamento digital: crie uma presença e uma rede de contatos online consistente em plataformas como LinkedIn e GitHub,

4.Considerar novas maneiras de trabalho, como freelancer, autônomo e remoto,

5.Internalizar a lógica do lifelong learning: seu aprendizado deve ser contínuo,

Para traçar um plano de avanço mais realista, ele sugere alguns passos essenciais – e que valem para qualquer idade.

6. Entenda sua área: Confirme se é o que você realmente quer depois de conseguir o máximo
de conhecimento possível através de cursos, livros e estudos,

7. Mostre seus conhecimentos: aproveite esses conhecimentos para construir seu portfólio em plataformas
como Github ou Kaggle. Elas serão bastante úteis para mostrar seu potencial profissional,

8. Busque experiência prática: depois, o ideal seria conseguir alguma espécie de estágio. Essa é a hora de
aceitar tudo, aconselha. Mesmo ganhando pouco, você vai aprender muito e conseguir avançar nesta área,

9. Invista em aprendizado estruturado: depois que estiver mais firme, seja com um estágio ou com a certeza de que vai seguir naquela área, é hora de investir em mais cursos, em uma pós-graduação ou mestrado, se for o caso,

10. Seja resiliente: as pessoas vão te chamar de “maluco” e você vai receber muitos ‘nãos’, mas é seu papel ser resiliente e continuar aprendendo para dar o próximo passo. Crie sua rede de contatos, seus grupos de estudo e vá em frente.