milesgeniusbadgevideoexpertsunlimitedcreativeskillsformletsgoexperience

Empreendedorismo

Como o Canvas pode te ajudar a criar uma startup?

Atualizado em 10 de outubro, 2017

Como o Canvas pode te ajudar a criar uma startup?

Como o Canvas pode te ajudar a criar uma startup?

Alguns escritórios têm quadros pendurados na parede, outros têm mapas cheios de alfinetes coloridos e há ainda aqueles que optam por telas brancas cheias de avisos e lembretes.

Mas o que é cada vez mais comum encontrar nas paredes das sedes de startups é o Business Model Canvas, uma ferramenta simples e prática para resumir as estratégias de negócio e identificar oportunidades.

Ele é constituído de nove blocos: Segmentos de Clientes, Proposta de Valor, Canais, Relacionamento com Clientes, Fontes de receita, Recursos-chave, Atividades-chave, Parceiros-chave e Estrutura de Custos.

Estruturados em uma única tela, de maneira bastante visual e objetiva, eles dão uma visão geral de todos os aspectos envolvidos na oferta de um produto ou serviço.

Frederico Lacerda, professor do curso online Kick Start: como criar startups, ensina na prática durante o curso o que é o Canvas, cada etapa e como aplica-lo.

Segundo ele, “utilizando o canvas, os empreendedores envolvidos na criação da startup podem desenvolver modelos inovadores que garantam que a empresa crie vantagens competitivas desde o início de suas operações”.

E para que você tire o máximo de proveito desta ferramenta, confira algumas dicas:

1- Use sempre blocos adesivos (tipo post-it) que permitem que as ideias sejam adicionadas, movidas e descartadas;

2- O Canvas é uma ferramenta visual, portanto, sempre que possível, use cores e desenhos para construir uma narrativa que ajude a compreender rapidamente o seu modelo de negócios;

3- Use técnicas de brainstorm para gerar o máximo de alternativas possíveis para seu negócio e depois analise criticamente o modelo criado para refiná-lo e torná-lo enxuto o suficiente para implementá-lo;

4- Busque em cada um dos nove blocos que formam o Canvas possibilidades de criar um modelo inovador e que lhe garanta vantagens competitivas;

5- Tenha em mente que tudo não passa de uma série de hipóteses, então não tenha medo de acrescentar ideias ao quadro.

A tarefa é fácil e pode ser até divertida. Mas é importante lembrar que a montagem do Canvas é só o primeiro passo para criar o modelo de negócio da sua empresa.

Depois de colocar as hipóteses, elas precisam ser validadas, e então será o momento de sair do escritório e ir conhecer ao máximo o seu público-alvo.