milesgeniusbadgevideoexpertsunlimitedcreativeskillsformletsgoexperience

Ferramentas

3 dinâmicas de motivação para equipes de trabalho

Atualizado em 10 de julho, 2018

3 dinâmicas de motivação para equipes de trabalho

3 dinâmicas de motivação para equipes de trabalho

Não é “brincadeirinha” não ou só “diversão’.. As dinâmicas de motivação têm todo um embasamento psicológico por trás de suas atividades.

Elas ajudam e muito a motivar, sensibilizar e potencializar os resultados de uma equipe.

Prova disso é que uma pesquisa realizada pela Michael Page indicou que o engajamento da equipe é o principal fator para conseguir bons resultados em uma organização.

Por isso, são tão usadas em empresas do mundo inteiro.

O segredo: envolver as pessoas, inspira-las e “mão na massa”.

“Ah, mas são caras, não tenho verba para isso”. Enganou-se! Você vai ver que as dinâmicas de motivação para equipes de trabalho que escolhemos são muito fáceis de operacionalizar, além de muito divertidas.

1. Ilha do Tesouro

Do que você vai precisar: Uma caixa de bombons e folhas de jornal.

Qual o objetivo:
Motivar e melhorar o trabalho em equipe e a superação de desafios.

Como funciona: 

  1. Primeiramente, posicione uma folha de jornal aberta na extremidade de uma sala e coloque a caixa de bombons em cima – essa será a “Ilha do Tesouro”.
  2. Do outro lado, abra uma folha de jornal para cada dupla de colaboradores, uma ao lado da outra.
  3. Cada dupla deve permanecer em pé, em cima da sua folha de jornal, e precisa chegar até a “Ilha”, mas sem tocar os pés no chão, fora da folha de jornal.
  4. O jornal poderá ser movido, mas não pode ser rasgado ao meio.
  5. Estipule um tempo máximo para que a “Ilha” seja alcançada.
  6. Se alguém colocar os pés no chão ou rasgar a folha, deverá ser desclassificado da atividade.
  7. E caso mais de uma dupla chegar ao destino final, eles devem dividir entre si a caixa de bombons.

Por que funciona?

A finalidade aqui não é apenas comer chocolates no horário do almoço. Para que qualquer dupla alcance o destino final, é necessário um bom trabalho em equipe.

O segredo dessa atividade é que só é possível chegar à “ilha” se uma dupla convidar a outra para subir em sua folha de jornal, e, depois, pegar a folha vazia e colocá-la adiante. E, assim, sucessivamente, até ambas alcançarem o prêmio.

Agora, se nenhuma dupla perceber essa jogada durante o período estabelecido, encerre a dinâmica e mostre como seria a resolução.

Ao final, fale sobre a importância do trabalho em equipe e da criatividade para que um objetivo seja realmente alcançado. Saliente que não é possível atingir metas coletivas sozinho.

2. Verdade ou mentira

Do que você vai precisar: Papéis, canetas e alguns bombons.

Qual o objetivo: Mostrar o quanto os membros das equipes realmente se conhecem.

Como funciona:

  1. Cada membro da equipe terá que escrever três afirmações sobre si mesmo em um pedaço de papel. Frases curtas do tipo: “eu torço para o Palmeiras”, “eu já montei em um camelo”, ou “eu fui o campeão de bocha quando estava na faculdade”.
  2. Duas das frases devem ser mentiras e apenas uma verdadeira. Os participantes devem se esforçar para escrever frases que deixem seus colegas em dúvida.
  3. Depois de escreverem suas frases, cada colaborador deve assinalar qual é a verdadeira e esconder seus papéis no bolso ou outro local seguro.
  4. Um voluntário é chamado à frente da sala e conta suas três frases.
  5. Os demais membros do grupo discutem entre si de 3 a 5 minutos e votam, levantando as mãos, na frase que acham verdadeira.
  6. O voluntário revela se acertaram ou não e, caso tenham errado, anota a quantidade de votos errados em um flip chart ou lousa.
  7. Ao final da dinâmica de motivação de equipes de trabalho, os 3 participantes que mais conseguiram “enganar” seus colegas ganham os bombons e dividem entre si.

Por que funciona?

Muitas vezes acreditamos que conhecemos profundamente nossos colegas de trabalho. Mas, na verdade, sabemos pouco sobre eles.

Ao perceberem que pessoas com quem passam no mínimo 8 horas por dia 5 dias por semana ao seu lado têm particularidades que desconhecem completamente, os integrantes da empresa se sensibilizam sobre a necessidade de se socializarem mais.

3. Quem eu levo?

Do que você vai precisar: Envelopes, folhas de papel, lápis e uma caixa de bombons.

Qual o objetivo: Desenvolver a habilidade de reconhecer as qualidades do outro, além de perceber como os outras pessoas te enxergam.

Como funciona:

  1. Distribua um envelope, uma folha e um lápis para cada participante.
  2. Estabeleça um tempo para que todos respondam no papel a três questões:
    Caso você tivesse que passar um tempo em uma ilha deserta, quem do grupo você levaria?
    Se você precisasse organizar uma festa, qual participante escolheria para ajudá-lo?
    Caso ganhasse o prêmio de uma viagem e pudesse escolher 3 acompanhantes do grupo, quem você levaria?
  3. Deixe claro que as respostas serão confidenciais e que ninguém deve assinar as folhas.
  4. Com as perguntas respondidas, os papéis devem ser entregues dentro dos envelopes.
  5. Some um ponto para cada nome que apareceu para cada item e assinale em uma lousa ou flip chart apenas o melhor colocado de cada item.
  6. Eles receberão a caixa de bombons para dividir entre si.

Por que funciona?

Com a atividade finalizada, você consegue ter em mãos nomes que são referências em liderança e boa convivência entre a equipe analisada.

Assim, será possível desenvolver estratégias de motivação de acordo com o perfil de cada funcionário.

Além disso, ao final, você pode informar cada um dos participantes, em particular, quantas vezes foram citados.

Isso, certamente, causará uma sensação de reconhecimento aos que receberam uma quantidade razoável de votos e

Dicas de livros e mais 37 ferramentas

Existem livros de psicologia e RH com coletâneas e exemplos das mais diversas dinâmicas de grupo. E no nosso curso online, mais 37 ferramentas:

Fontes: Gamestorming e Trello