milesgeniusbadgevideoexpertsunlimitedcreativeskillsformletsgoexperience

Carreira

Como se tornar um Top Voice no Linkedin?

Atualizado em 16 de julho, 2018

Como se tornar um Top Voice no Linkedin?

Como se tornar um Top Voice no Linkedin?

Convidamos Matheus de Souza, um dos 3 Top Voicers do Linkedin Brasil, autor do curso Marketing Pessoal e Produção de Conteúdo no Linkedin,  para compartilhar dicas que o tornaram um dos mais influentes do Linkedin no Brasil. Em 2016, após 100 artigos e mais de 5 milhões de visualizações, foi eleito o 3º brasileiro que mais se destacou no LinkedIn.


Matheus de Souza

Escrever artigos no LinkedIn abriu diversas portas para a minha carreira.

Aliás, foi depois de sair numa lista feita pelo próprio LinkedIn com os profissionais que mais se destacaram em 2016 que deixei meu emprego para me dedicar inteiramente a produção de conteúdo.

Mas, como ser visto em meio a 30 milhões de outros usuários? — números apenas do Brasil.

Bom, vou te ensinar isso nesse artigo.

Se você está familiarizado com o marketing de conteúdo, saiba que o LinkedIn é uma plataforma incrível para você explorar nesse sentido.

Foi uma estratégia dentro desse princípio que me ajudou a desenvolver uma audiência no meu nicho — e a, consequentemente, ser visto.

Desde que adquiriu o agregador de notícias Pulse, em 2013, o LinkedIn conta com editoriais específicos, numa curadoria feita pelos editores da plataforma.

Os melhores artigos de cada tema são escolhidos e ganham destaque nestes canais, fazendo com que o alcance dos textos seja gigantesco. Os canais mais relevantes são:

• Notícias e Opinião: + 1 milhão inscritos

• Marketing e Publicidade: + 900 mil inscritos

• Carreiras: + 900 mil inscritos

• Inovação e Empreendedorismo: + 900 mil inscritos.

Caso seu artigo seja inserido pelos editores em algum(ns) dos canais, seu engajamento aumentará consideravelmente. Ou seja, seu texto será lido por muita gente!


SOBRE O QUE ESCREVER?

Não há muito mistério sobre que tipos de artigos se tornam ou não virais no LinkedIn.

Basicamente, o que os leitores — e também os editores da própria plataforma — procuram são insights e experiências únicas sobre seu segmento ou o mercado de trabalho de forma geral.

Participou de algum projeto que lhe tornou um profissional melhor? Escreva sobre isso!

Seu dia de trabalho se tornou mais produtivo depois que adotou tal método? Escreva sobre isso!

Teve algum resultado legal após testar alguma metodologia com a sua equipe? Escreva sobre isso!

Ainda não tem certeza sobre o que escrever? Clique nos links dos canais mencionados acima e veja os artigos mais recentes que foram destacados no Pulse.

É uma boa maneira de medir o que está ou não “bombando” no LinkedIn.Tome apenas o cuidado para não repetir os mesmos assuntos! Seja autêntico com o seu conteúdo.


SOBRE SER VISTO

Não adianta você escrever artigos excelentes se ninguém os ler, concorda?

Mas, como fazer com que as pessoas os leiam?

Bom, uma coisa que eu odeio, confesso, é receber mensagens de pessoas que não conheço pedindo que eu leia seus textos. Quero dizer: por que eu os leria?

Esse é o tipo de coisa que nunca fiz.Agora vou te ensinar o que fiz no começo, ainda faço, e sempre dá certo.Lembra os canais que mencionei?

Então… comente em todos os artigos destacados no dia — e também naqueles que aparecem no seu feed.

Essa é uma ótima maneira de fortalecer o networking, fazer novos contatos e, claro, fazer com que as pessoas leiam seus textos! — mas, por curiosidade, não por marketing invasivo em suas caixas postais.

Fazer o “Cachorrinho pidão” no Linkedin é algo que definitivamente não cola.

ENCONTRE REFERÊNCIAS E ENTENDA O COMPORTAMENTO DESSES CARAS

Trabalha com marketing? Procure no LinkedIn os caras mais feras do setor e entenda sobre o que escrevem e quais são seus hábitos na rede.

Trabalha com outra área? Faça o mesmo.

Além disso, algo que faço é sempre tentar “sugar a fonte” de quem admiro. Isto é, se você admira fulano e ele se diz fã de tal autor, pesquise a respeito desse cara e leia suas obras.

O mesmo serve para cursos. Se fulano que você admira disse que fez tal curso e isso mudou a sua vida de alguma forma, faça o curso! Beba na fonte!

Gostou do artigo? Deixe um comentário!